Nós estamos aqui para chutar traseiros e mascar chiclete!

Uma HQ de fantasia medieval, com referências de Senhor dos Anéis, Dungeon e Dragons e Lovecraft, protagonizado por mocinhas muito doidas! Conhecer as Ratas Rainhas foi uma experiência incrível, e você precisa passar por isso também!

Em Rat Queens vamos acompanhar a história desse grupo de aventureiras composto por 4 mulheres. Conhecidas por serem um pouco encrenqueiras, quando se metem em uma nova confusão na cidade são incumbidas pelo prefeito de realizarem uma missão para não serem presas ou expulsas. Assim, elas e outros grupos de aventureiros encrencados saem para realizarem suas missões definidas, o que eles não esperavam é que essas tarefas seriam, na verdade, uma tentativa de assassinato , uma execução. Nossas heroínas sobrevivem e vão atrás dos responsáveis, com muito sangue, humor, reviravoltas e descobertas.

No começo eu estava meio receosa em ler este quadrinho, subestimando a história e os personagens – não sou muito do humor e no começo parece que tudo vai ser uma grande sátira de coisas estereotipadas, mas não é nada disso. As personagens me conquistaram aos poucos, e elas são muito bem aprofundadas e trabalhadas. A HQ tem muito GIRL POWER, um pouco de drama, alívios cômicos muito bem planejados e uma história pouco previsível e bem construída.

rat-queens-1

Primeiro, a trama se passa na cidade de Paliçada, e é uma fantasia medieval! O grupo das Ratas Rainhas, como disse, é formado por quatro mulheres, que não são exatamente mulheres. Hannah, é uma maga élfica meio rock and roll, filha de necromantes, desbocada que não leva desaforo para casa. Violet é uma anã guerreira, filha de uma família renomada e rica, e que também adora um combate físico. Dee é uma bruxa/feiticeira de uma tribo de adoradores de um monstro em forma de polvo, total Lovecraft. E por fim temos Betty, que é tipo um Hobbit/Duende, meio hippie, adora cogumelos alucinógenos e doces e é um amor, e uma ótima ladra. No começo do primeiro volume temos a introdução resumida de cada uma, mas é quadro a quadro que vamos conhecendo-as melhor e nos envolvendo com seus dramas. Todas têm uma personalidade e uma voz muito única e pessoal, e a história vai aos poucos nos mostrando as motivações e as dificuldades que as levaram a entrar no grupo.

É uma história linda sobre amizade, e eu amei ver o quanto elas são parceiras acima de tudo. Elas se zoam, cutucam a ferida, mas estão sempre prontas para ajudar, proteger e erguer a amiga, elas se preocupam uma com a outra e resolvem tudo como um time. Além disso, outra coisa muito bacana é a diversidade e como ela é tratada de forma natural. Temos personagens de várias cores, orientações sexuais, e raças (anão, hobbit, elfo, orc, orgro etc) que se relacionam entre si sem qualquer estereótipo. Todos respeitam o outro (nesse aspecto né? Haha), e isso em momento algum é o tema, mas algo que está aí no mundo para conviver e vida que segue. E isso torna a história muito mais divertida e inclusiva.

O principal ponto que eu achei que não fosse gostar, mas terminei amando é a linguagem e o humor. Logo nos primeiros quadros já dá para sentir como isso vai ser trabalhado ao longo de toda a narrativa. A linguagem é repleta de palavrões, podemos dizer que em alguns pontos é chula, mas é MUITO engraçado! As mocinhas falam o tempo todo sobre sexo, e suas ofensas perpassam isso de uma forma ou de outra, mas acaba se tornando uma parte fundamental da personalidade e da relação delas. Elas são super empoderadas, seguras, e nada se torna um tabu ou é trato com puderes, é direto. Esse elemento ajuda a criar uma linguagem e uma personalidade para a história como um todo, e é usado de uma forma que condiz com o ambiente e com a atmosfera da história, não é forçado, e é extremamente divertido.

rat-queens-3

As ilustrações no começo me causaram estranhamento, não é um estilo que estou muito acostumada. Mas logo me habituei e passei a admirar o trabalho. Na edição brasileira, durante a passagem por capítulos, temos umas ilustrações diferentes, e são MUITO fofas! Da vontade de arrancar e pendurar na parede! De forma geral, é bem bonito, colorido (eu amo quando é colorido), e característico. O ilustrador principal era o Roc Upchurch, ele ilustrou os dois primeiros volumes, mas foi retirado do projeto após ser preso por violência doméstica, o mínimo né – um hipócrita dado a conotação da história totalmente garotas lutando. E não boicotem o quadrinho por causa disso porque eu juro que ele vale muito a pena e já foi corrigido e agora tem um time show!

A história, como já comentei é simples, mas não é previsível e foi criado por Kurtis J. Wiebe. Os dois volumes são curtos, dá para ler em um dia, então não vou comentar muito sobre porque spoilers. Mas é uma história bem elaborada, que desperta curiosidade, envolve o leitor e cria momentos de tensão, além de conseguir aprofundar os personagens nessas poucas páginas. Ela não tem tempo de ter nada atoa, então tudo é objetivo, rápido e cheio de ação, com diálogos precisos e bem escritos. Os quadrinhos têm um ritmo bacana e também ajudam no dinamismo da narrativa. Os autores e ilustradores souberam muito bem aproveitar o espaço.

rat-queens-2

Por fim, Rat Queens foi indicado ao Prêmio Eisner (Oscar dos quadrinhos) na categoria de Melhor Nova Série em 2014 e ganhou o GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation) Media Award. Aqui no Brasil nós temos o Volume 1 e 2 publicados pela Editora Jambô, estamos no aguardo do volume 3 que aparenta ser a conclusão da série. A edição nacional é LINDA, capa dura, cheia de ilustrações, num papel de ótima gramatura, sério, muito bonita mesmo, feita com muito amor e capricho.

Eu recomendo muitíssimo as aventuras violentas, sangrentas e cheia de amor e amizade das Ratas Rainhas! É uma leitura rápida, divertida, despretensiosa e que vai te dar até um quentinho no coração. Cheio de referências, e ao mesmo tempo, super original. Eu amei muito mais do que esperava, e fica aqui meu muito obrigadinha ao Júlio que me recomendou, emprestou, e me ouviu falando disso haha ❤

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s